Se pudesse Cristiano Ronaldo votava em si próprio para presidente dos EUA

Vítor Elias 6 de Novembro de 2012

Cristiano Ronaldo manifestou o seu apoio a Barack Obama, mas considera que, se pudesse, votava em si próprio para presidente dos EUA.

Jorge Mendes concorda e acha que Ronaldo também devia ser secretário-geral da ONU ao mesmo tempo, enquanto os observadores imparciais acham que o Messi, se quisesse, seria eleito presidente dos EUA, da China, da Índia, da Rússia e do Brasil. VE

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo