Azeite com ouro permite poupança em pedras nos rins de 23 quilates às escondidas do fisco

Mário Botequilha 20 de Outubro de 2012

Em Alfândega da Fé está a ser produzido um azeite que contém flocos de ouro.

O produtor salienta as propriedades terapêuticas do metal, utilizadas desde os egípcios a Vale Azevedo, da antiga Mesopotâmia ao BPN. “Além disso”, explica o senhor, “quem tiver propensão para doenças do foro urinário tem aqui um belo ensejo de fazer um pé-de-meia. O azeite segue direito ao destino rectal, mas as pedras de ouro ficam retidas nos rins, à socapa do fisco. E, que eu saiba, as repartições de finanças ainda não fazem ecografias”, salienta o agricultor/ourives/fiscalista. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo