Crato tem modelo com 300 equações, 1250 variáveis e mais um milhão de parâmetros que prova haver professores a mais

Alexandre Parreira 3 de Agosto de 2012

O ministro da Educação foi obrigado a recorrer a um mega-modelo matemático com três centenas de equações, mais de um milhão de parâmetros e 1250 variáveis para provar que existem professores em excesso no ensino secundário.

O modelo, baptizado Maria de Lurdes 2012 em homenagem à ex-ministra da Educação socialista, demora cerca de quatro horas a correr e foi usado esta semana numa reunião com sindicatos. Além de todo este aparato técnico, da autoria de Nuno Crato, o modelo tem várias outras particularidades como calcular a probabilidade de Relvas continuar no governo ou até utilizar uma variável dummy para o bigode de Mário Nogueira. AP


SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo