Predador da net forçava as vítimas a conversas densas sobre economia

João Henrique 27 de Abril de 2012

Depois de várias denúncias, a PJ acaba de deter um indivíduo de 42 anos que ao longo dos anos terá forçado centenas de menores do sexo feminino a ter conversas sobre economia.

Na casa do predador, as autoridades terão encontrado milhares de livros de economia de Adam Smith, Keynes, Milton Friedman, Hayek, milhares de exemplares de The Economist, Financial Times, todas as crónicas de Krugman no The New York Times e uma fotografia em que o predador posa ao lado de Camilo Lourenço. “Combinámos um encontro e ele forçou-me a passar horas a ter conversas sobre economia. Foi horrível. Na net, ele dizia que queria violar-me, mas era só para aliciar”, confessou uma vítima do predador. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.


Tópicos

Últimas

Do arquivo