Autoridades apreendem falsos iPhones em que a bateria durava muito

João Henrique 27 de Abril de 2012

A polícia portuguesa anunciou ontem a prisão de 500 suspeitos e o desmantelamento de uma rede de falsificação e venda de milhares de telemóveis idênticos aos iPhone.

Segundo as autoridades, os telemóveis eram vendidos a 100 euros e as falsificações eram de elevada qualidade. “A olho nu é impossível detectar a diferença entre um iPhone verdadeiro e uma cópia destas. Carreguei a bateria do iPhone a 100%, liguei-o e aguardei 5 minutos em modo standby. Ainda tinha bateria. Fiquei logo com a pulga atrás da orelha. Depois mandei umas SMS e uns mails e não recebi nenhum aviso que estava com pouca carga. Muito estranho e cada vez mais intrigante. Tentei a prova dos nove: actualizar o firmware do aparelho para o iOS 5.0.1. A bateria não foi abaixo. Aí fiquei com 100% de certeza. Um iPhone com uma autonomia idêntica a qualquer telemóvel do mercado? Não brinquem comigo, isto é uma cópia do mais reles que existe”, explicou o polícia. JH

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo