25 de Abril: jovem Pereira Cristóvão depositou mesada na conta de Marcelo Caetano para fazer cair o regime

Mário Botequilha 23 de Abril de 2012

Alegados documentos descobertos pelo alegado Rui Santos, na Torre do Tombo, comprovam que Paulo Pereira Cristóvão desempenhou um alegado papel relevante no legado da revolução de Abril.

O futebólogo Rui Santos apurou que o jovem Pereira Cristóvão terá alegadamente depositado a sua mesada, uma moeda de dois escudos e cinquenta centavos, na conta de Marcelo Caetano com o objectivo de derrubar o Estado Novo, Marcelo Caetano, o benfiquismo e as calças boca-de-sino. O alegado Cristóvão enviou alegadamente um amiguinho da creche ao Funchal, disfarçado de abelha Maia, que depositou a moeda numa agência bancária e, à saída, foi insultado por um alegado puto gordo vestido de zulu que lhe chamou “cubano”, “colonialista” e “agente da trilateral e da banana Chiquita”. MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo