Classe média falida troca férias na neve por descer a Calçada de Carriche num skate

Mário Botequilha 25 de Dezembro de 2011

Um estudo recente sobre os efeitos da austeridade revela que 93% dos portugueses não vão fazer férias de Natal e Ano Novo, que 7%, quanto muito, irão para as cervejarias ver a liga inglesa e que Américo Amorim não só vai de férias como ainda descontará todas as despesas e cintos de pele de crocodilo no IRS.

A classe média, impedida de ir esquiar pela “troika”, está a adquirir pacotes alternativos de lazer, como a descida da Calçada de Carriche em skate ou patins em linha, batalha de cubos de gelo no estacionamento de bombas de gasolina e passagem de ano numa capital europeia (Lisboa). MB



SIGA-NOS NO FACEBOOK


Tópicos

Últimas

Do arquivo