Sócrates estuda introdução da Fraude da Nigéria em Portugal para aumentar receitas fiscais

João Henrique 24 de Janeiro de 2011

O primeiro-ministro está obcecado com o aumento das receitas e decidiu que vai usar a fraude da antecipação de pagamentos, negócio com resultados financeiros com enorme sucesso na Nigéria. Sócrates vai usar os alunos de informática das Novas Oportunidades para construir uma geração de ouro de cibercriminosos portugueses. No primeiro ensaio de preparação, a viúva do Major Zé Carlos, antigo Chief Security Officer do General João Silva, que tem uma herança de 70 milhões de euros para oferecer, conseguiu enganar duas dezenas de otários alemães, tendo recebido 5 milhões de euros depositados numa conta da Caixa Geral de Depósitos. JH

SIGA-NOS

Tópicos

Últimas

Do arquivo