Wikileaks: presos de Guantánamo foram torturados com Magalhães

João Henrique 16 de Dezembro de 2010

O jornal El Pais teve acesso a um telegrama que envolve directamente o governo de José Sócrates na violação dos direitos humanos na prisão de Guantánamo, utilizada pelos Estados Unidos para encarcerar suspeitos de ligação ao terrorismo.

Segundo o telegrama, a administração norte-americana e José Sócrates assinaram um contrato de parceria para a distribuição de uma versão exclusiva do computador Magalhães e de cadeiras eléctricas com energia de origem eólica, duas bandeiras do governo português que foram utilizadas nas torturas dos prisioneiros em Guantánamo. “Esta versão de combate ao terrorismo do Magalhães é espectacular e tem acessórios brilhantes. Tem um capacete com ligação USB em 3D que faz waterboarding durante os jogos e umas colunas de som brutais para passar a música do Gladiador e declamações do Manuel Alegre 24 horas por dia. Tem um detector de mentiras e um jogo no Caixa Mágica muito mal traduzido em árabe e que interroga os prisioneiros sobre o seu envolvimento em atentados terroristas. Sempre que eles respondem que estão inocentes, o teclado e o rato dão choques eléctricos e arrancam as unhas”, afirmou o embaixador americano em Lisboa. JH

Seja fã do Inimigo Público no Facebook

Tópicos

Últimas

Do arquivo