Jogadores não conseguiam urinar e Queiroz tentou impedir que médicos antidopagem fizessem “shhhh”

João Henrique 3 de Setembro de 2010

Carlos Queiroz foi suspenso por seis meses pela Autoridade Antidopagem de Portugal, por perturbação de um controlo antidoping no estágio na Covilhã de preparação para o Mundial 2010. Segundo a Secretaria de Estado do Desporto, que tem a tutela da AdoP, alguns jogadores não estavam a conseguir urinar e Queiroz terá pontapeado e esvaziado as garrafas de água disponibilizadas aos jogadores pelos médicos antidopagem. O seleccionador terá também impedido o recurso à técnica mais utilizada pelas mães quando as crianças não conseguem urinar. “Porque é que não vais fazer “shhhh” para a c… da tua mãe?”, terá questionado Queiroz. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo