Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa reúnem-se para fazer pacto de emergência

Vítor Elias 28 de Abril de 2010

Não são apenas José Sócrates e Pedro Passos Coelho que se reuniram hoje de emergência, para lidar com a nova descida do rating de Portugal. Os presidentes do FC Porto e Benfica também se vão reunir para darem uma ideia de união aos mercados futebolísticos internacionais, pois temem que, por causa dos juros cada vez mais altos que Portugal pagará, apenas possam comprar jogadores a campeonatos de terceira categoria, como o escocês. “O maior perigo é que os mercados internacionais nos associem ao Sporting”, explicou Pinto da Costa à entrada da reunião. “Nós não queremos comprar jogadores ao Glasgow Rangers, como o Sporting fez com o Pedro Mendes. Portugal não é a Grécia. O Benfica e o FC Porto não são o Sporting. Temos de passar essa ideia ao estrangeiro”, concordou Luís Filipe Vieira. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo