Sócrates exige que Maitê Proença peça desculpas por ter questionado plano tecnológico do governo

João Henrique 15 de Outubro de 2009

José Sócrates também se sentiu injustiçado e magoado com as palavras de Maitê Proença, que colocou em causa o esforço das políticas públicas implementadas durante a última legislatura.

“Portugal encontra-se na linha da frente dos países com maior índice tecnológico. O meu governo lançou as Novas Oportunidades e o Plano Tecnológico da Educação exactamente para que os portugueses deixassem de ser esquisitos e não olhassem para um rato de computador como se fosse para uma capivara. Aquela porta com a placa do número três ao contrário em Sintra, tão criticada por Maité, é a tecla “3” dos portáteis Magalhães”, afirmou Sócrates.

Tópicos

Últimas

Do arquivo